Vamos falar sobre “dark data”?

O escritório RS é focado em inovação e excelência no atendimento, por isso, vamos falar desse tema que tem estado em pauta ultimamente.
Inicialmente vale uma explicação simples sobre o termo. Em tradução do inglês, significa dados escuros, mas isso ainda não diz o que fato a expressão releva. Então, vamos lá, “dark data” são os dados capturados por empresas para “tratamento” em sua base, mas que acabam não sendo utilizados.
Exemplificando, podemos dizer que, quando preenchemos um cadastro, deveríamos fornecer somente os dados que o estabelecimento vai utilizar para alguma finalidade. Mas, muitas vezes, esse cadastro pede um monte de informações que não são usadas, pois apesar de a empresa achar que vai usar todo esse material, por muitas vezes esses dados não alcançam nenhum objetivo.
Essa captação de informações que não são usadas, são chamadas de “dark data”. Com a LGPD sendo difundida, evitar colher esse excesso de informações passa a ser importante para o processo de adequação à legislação.
Mas, nós, como donos dos dados, também precisamos começar a entender quais informações estamos distribuindo por aí, e os impactos que isso pode causar.
Se uma informação pessoal sua for vazada, isso pode te gerar algum problema?
Talvez sua resposta seja, depende. E de fato depende! Mas, é necessário que a gente compreenda que nossos dados têm valor no mercado de consumo e quando distribuímos essas informações, nós estamos, de certa forma, vulnerabilizando esse material. Pois, será que esse dado está sendo armazenado de forma adequada? Quem mais tem acesso a isso? Vão compartilhar com mais alguém?
Pode ser que esses questionamentos não passem na sua mente no momento que você está preenchendo um cadastro. Mas, é algo que você deve começar a pensar… Isso porque, você gostaria que fosse de conhecimento “público” uma questão de saúde, ou bancária, ou mesmo seu CPF?
Calma, o objetivo aqui não é deixar ninguém apavorado e dizer para você não fornecer mais seus dados em nenhum lugar… Até porque isso não seria possível. Mas vale a reflexão de começar a se conscientizar sobre o uso das suas informações, e como já falamos, elas têm valor de mercado!
Então comece a questionar, por que essa loja pede meu CPF? E minha data de nascimento? Qual a finalidade dessas informações?
Estamos falando de “dark data”, lembra? Então, se você escolheu ou precisa dar seus dados em determinada situação, comece a questionar para que essa colheita está sendo feita, e só entregue as informações que são realmente imprescindíveis e que serão usadas tanto pela empresa, quanto por você.
É claro que as empresas devem estar adequadas à LGPD e cabe a elas realizar as medidas necessárias para a correta captura e tratamento dos dados. Mas, aqui falamos de novo, nós precisamos saber que nossas informações tem preço. Isso mesmo, preço!
Por meio dos dados que fornecemos em diversos lugares, que muitas estratégias de marketing são direcionadas para chegar até você. Ou você nunca reparou que começou a receber ofertas de determinado produto após aquela busca no Google?
Enfim, passadas essas explicações, vale um novo questionamento, você sabe o que fazer se seus dados forem vazados e você tiver problemas por isso?
Ou também, se você faz tratamento de dados e precisa se ajustar à LGPD, sabe como passar pelo processo de adequação?
Pois bem, saiba que aqui no RS Advocacia temos uma equipe especializada em LGPD, que pode te ajudar de diversas formas.
Mas, se precisar entrar com um processo, temos no nosso time, outros especialistas que vão te ajudar nessa esfera também.
Você ainda pode pensar, “Ah, meus dados não valem nada… eu quero mesmo é o meu desconto”. Tudo bem, você pode pensar assim e continuar entregando os seus dados, se isso for interessante para você.
Nosso objetivo é trazer a seu conhecimento, com um pouco mais de clareza, seus direitos e deveres, e se você precisar dos nossos serviços, estamos prontos para te atender da melhor forma possível.
Caso você esteja em dúvida se a situação que está passando merece atuação de um advogado, vamos marcar uma reunião. Vamos conversar, diluir suas dúvidas, e prestar todos os esclarecimentos que você precisa.
Conte conosco!